30 de out de 2009

Gospel Parkour!

Conheça o novo esporte que está invadindo o BR e ganhando almas para Jesus!


Entrevista exclusiva do SBKAUER.COM:

Samuel Maciel do GP

1- Pode começar falando um pouco sobre vc, da onde é, o que faz, igreja.....
Bem, me chamo Samuel, sou de São Lourenço – MG e congrego na Igreja CEO – Comunidade de Evangelização e Oração na qual meu pai é o pastor presidente. Desde os 11 anos de idade tenho site e trabalho no computador, apenas para a obra de Deus, sempre faço das minhas coisas para Deus pois é a essência da minha vida! No momento estou estudando e meu futuro pertence a Deus hehehehehe!

2- O que é Parkour?
Parkour é uma disciplina, esporte e estilo de vida... pois a prática do parkour muda a visão das pessoas com a cidade, não olhamos a arquitetura simplesmente e achamos bonito, mas vemos nela um oportunidade de desenvolver movimentos. O parkour foi criado na década de 80 na França com o bombeiro David Belle que popularizou o esporte através do filme 13º Distrito (B13).

3- Quanto tempo de existência tem o GP? Como surgiu essa idéia?
O Gospel Parkour tem atualmente 3 meses, foi criado dia 21 de Julho de 2009. A idéia de criar um grupo com pessoas evangélicas prontas para evangelizar através do parkour já existia há algum tempo, pois eu, o Thiago e o Chamel já havíamos conversado isso, mas não achávamos que isso aconteceria tão depressa. O Gospel Parkour surgiu na verdade quando comecei a descobrir que meus amigos do MSN de parkour também eram evangélicos, e como já disse que gosto de dedicar tudo meu para Deus pensei nisso e o Thiago e o Chamel apoiaram, então começamos a organizar tudo e em Julho a idéia foi pro ar!

4- E como acontece o evangelismo através do Parkour? Vocês entregam folhetos, ou convidam... Enfim, o que esse esporte tem a ver com evangelismo?
O nosso evangelismo acontece de várias formas, cada pessoa de cada cidade faz de sua forma, no meu caso e na maioria enquanto praticamos na rua entregamos folhetos evangelísticos e falamos de Jesus, e ultimamente tem sido muita benção comigo, muitas pessoas quando nos vêem dizem que sentiram uma paz enorme quando nos aproximamos e começam a contar suas vidas com sede de Deus e logo em seguida encaminhamos essas pessoas para a Igreja onde receberão o alimento verdadeiro. E agora estamos preparando nosso DVD, vai ser bem simples, pois eu mesmo que estou produzindo, vai ser na verdade uma coletânea de nossos vídeos, mas no intervalo de cada vídeo terá um versículo bíblico e no final um apelo e convocação para procurar uma Igreja.

5- É um esporte perigoso? Alguém já foi parar no hospital? Qualquer um pode praticar? E por onde alguém deve começar para praticar esse esporte?
O parkour é um esporte que tem que ser levado muito a sério, existem muitos movimentos arriscados e qualquer erro pode impedir que façamos parkour pelo resto da vida, mas particularmente nunca me machuquei seriamente. Já vi pessoas se machucarem feio e terem que ir para o hospital, mas isso ocorre quando a pessoa não está preparada psicologicamente, pois o parkour por incrível que pareça é um esporte muito mental, você precisa convencer sua mente que você é capaz de se superar, e é claro, antes disso você já deve ter se preparado fisicamente. O parkour pode ser praticado por qualquer um, recomendo que pesquisem na internet por tutoriais sobre parkour, pois assim não correrão riscos de acidentes ou falta de preparo.

6- Sua equipe já sofreu preconceito? Tipo, alguém já confrontou vcs dizendo que isso não era “coisa de Deus?”
Este mês ocorreu uma situação desse tipo, fomos viajar para um show do David Quinlan em uma cidade vizinha e falamos do GP na nossa van, e um amigo nosso disse que “estávamos trazendo o mundo para a igreja e que isso estava errado”, sentimos vontade de jogar vários versículos que nos defendiam para que ele entendesse mas preferimos ficar quietos e deixar Deus mostrar nosso trabalho, e uma semana depois este mesmo amigo nosso ligou pedindo uma ajuda, pois estava evangelizando um jovem que fazia parkour e que não queria ir pra igreja, e quando ele falou da gente este jovem se interessou e agora ele está sendo evangelizado por nós.

7- Quais os resultados que o GP tem alcançado?
Nosso objetivo é evangelizar e mostrar que os evangélicos não é um povo proibido de fazer tudo, mas um povo correto! Como eu já disse muitas pessoas tem sido abençoadas em nossos evangelismo, mas uma coisa que eu não esperava e percebi é que os próprios praticantes e integrantes do GP tem tido uma mudança de vida total (inclusive eu), pois nós temos 10 tópicos que temos que cumprir ou pelo menos lutar pra cumprir que são santidade, consagração, testemunho de vida, obediência, temor a Deus, boa aparência, ir aos cultos, batismo nas águas, amor pelas almas e entregar o parkour para Deus e como todos tem lutado pra cumprir houve uma mudança muito grande na vida dos jovens participantes. Deus tem nos abençoados e até mesmo no parkour temos tido uma evolução ótima. Esses 10 tópicos foram inspirados por Deus, Ele me entregou e eu fiz um texto falando de cada um e se alguém tiver interesse em conhecer pode falar comigo através do MSN samumaciel@hotmail.com ou pelo e-mail gospelparkour@hotmail.com! E algo que percebi também foi o grande interesse dos jovens evangélicos em começar a praticar o parkour para participar da equipe e isso é bom, pois o esporte trabalha o físico, mental e com o GP o espiritual, e quanto mais jovens para evangelizar melhor!

8- Já tiveram problemas com a polícia ou moradores?
Eu nunca tive, pois quando algum morador ou policial chega perto (normalmente achando que somos loucos) falamos de Jesus e a pessoa percebe que estamos fazendo um esporte e falando de Deus, então não reclamam.

9- Conte algum episódio engraçado...
Além deste da van que já contei e posso até rir vou contar um que tem acontecido muito conosco. Como o parkour tem que ser feito nas ruas nós temos uma briga contínua com a chuva, e quando eu fazia meu parkour sem o GP eu era muitas vezes impedido de treinar por causa da chuva, mas depois do GP tem sido algo espetacular, tem dias que esta trovejando e eu me ajoelho e peço para Deus para que não chova e possamos evangelizar e de repente o sol aparece e nós vamos para as ruas. E esses dias depois de fazermos nossa corrida de preparamento, quando fomos começar a fazer parkour e evangelizar começou a chuviscar, então olhamos pro céu e falamos o seguinte: Deus, se quiser mandar a chuva pode, mas deixe a gente chegar na igreja para pegar nossas coisas e voltarmos para casa! E foi o que aconteceu, a chuva parou o tempo certo para fazermos isso, e depois que ela passou fomos evangelizar! São coisas mínimas, mas como um bandido que não começa roubando do muito, mas sim do pouco, nós começamos do pouco para chegarmos ao muito!

10- Suas palavras de encerramento:
Eu espero ter explicado bem o que nós somos e o que fazemos, e espero que gostem e apóiem nosso trabalho, espero que Deus nos use grandemente e deixo um versículo que é o versículo chave de nosso grupo:

"Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus." (I Coríntios 10:31)